6
dez
2015

Polícia Federal barra caminhão com doações de água de Gramado e Canela para Minas Gerais

A Polícia Rodoviária Federal barrou em São Paulo o caminhão que levava doações de água aos atingidos pela tragédia do rompimento da barragem da empresa Samarco em Minas Gerais. Conforme o relato no Facebook, os policiais alegam excesso de peso e falta de nota fiscal das doações. Informações do Portal Onde.Ir. Segundo o proprietário da Weber Remoções e Força Tarefa Serra Gaúcha, Messias Weber, a carga excedeu um pouco o peso, “pois são 15.800 litros de água”, explicou Weber. “Tinham liberado o caminhão, mas agora estão exigindo nota fiscal das doações e tão ferrando nosso Projeto”, desabafou na rede social.