11
abr
2018

Policia Civil conclui inquérito sobre pacto suicida sem indiciamentos

O Delegado Gustavo Barcellos confirmou na tarde desta quarta-feira (11) que a investigação do chamado “pacto suicida” está conclusa e sem indiciamentos. Segundo Barcellos uma força tarefa montada em 2014 trabalhou forte no inquérito que ultrapassa mais de 420 páginas. “Até um software chamado celebration foi utilizado para buscar dados apagados em mais de dez celulares periciados”, disse ele. Foram dois suicídios, um em Gramado e outro em Canela, e três tentativas. A investigação em grupos na Rede Social não foi confirmada que pudesse ter relação com o ocorrido. “Descobrimos dois jovens que administravam um dos grupos, apuramos, tomamos depoimentos, e eles nos disseram se tratar tudo de uma brincadeira, não existiram provas que o Grupo pudesse estimular o suicídio”, disse o Delegado. Também foram encontrados depoimentos contraditórios que as meninas pudessem ter alguma relação com o Grupo na Rede Social. “Podemos concluir ou mesmo atribuir que os suicídios possam ter relação com questões familiares, depressão ou mesmo com problemas de relacionamento”, concluiu Gustavo. O inquérito segue agora para o Judiciário e Ministério Público.

Foto: Gerson Sorgetz