9
jul
2018

Mesmo Grupo que negocia compra do São Miguel assumiu gestão do Hospital Beneficência Portuguesa

O Grupo que negocia a compra do Hospital São Miguel de Gramado assumiu na manhã desta segunda-feira (09) o Hospital Beneficência Portuguesa de Porto Alegre. O contrato assinado determina a transferência de gestão entre a então mantenedora da casa de saúde, a Associação Portuguesa de Beneficência, e a Associação Beneficente São Miguel, que tem sede em Gramado. A partir de agora, a instituição de Gramado é a responsável pelos ativos do Beneficência e por seu passivo, calculado em R$ 80 milhões. Conforme o presidente da Associação São Miguel, o médico Rafael França, o mês de agosto marcará o reinício dos atendimentos a pacientes particulares e de planos de saúde.

— O segundo passo é retomar os atendimentos para o Sistema Único de Saúde (SUS). Já estamos em contato com a Secretaria da Saúde de Porto Alegre para chegar a um acordo de nova contratualização — detalha, ao frisar que o nome do hospital segue o mesmo.

O contrato assinado concede a gestão total do hospital para a São Miguel pelo período de cinco anos. Nesse tempo, a nova gestora planeja reunir os credores e oferecer um acordo extrajudicial para o pagamento das dívidas. A partir disso, com o plano de pagamento sendo cumprido, a renovação do contrato estará vinculada ao repasse definitivo de todos os ativos do Beneficência para a associação, incluindo imóveis e bens.

Conforme Rafael França, os 104 funcionários que estão com os salários atrasados há quase um ano devem ser absorvidos pela nova administração.

— Já estamos em contato com os profissionais, apresentando a São Miguel e verificando quem tem interesse em continuar conosco — detalha, ao afirmar que a intenção é manter os vínculos. De R$ 2 milhões a R$ 3 milhões devem ser investidos imediatamente para o recomeço dos atendimentos.

Para Augusto Veit, que assumiu interinamente a presidente do hospital em dezembro do ano passado, a negociação foi uma vitória.

— Desde o início, a nossa grande luta era evitar que o hospital fechasse. A segunda grande luta era alguém que quisesse assumir o hospital. Os objetivos traçados em dezembro foram alcançados. O grande vitorioso disso é o povo gaúcho — considera.

 

Fonte: Gaucha/ZG/clicRBS

https://gauchazh.clicrbs.com.br/porto-alegre/noticia/2018/07/beneficencia-portuguesa-retoma-atendimentos-a-partir-do-dia-1o-de-agosto-cjjegmxv50p8701qoth5vkoun.html