3
maio
2018

Bancada Progressista anuncia voto contrário ao projeto do Vale-Alimentação

A novela do Projeto de Lei do Vale-Alimentação que tramita na Câmara de Vereadores de Gramado teve mais um capítulo na tarde desta quinta-feira, dia 03. A bancada Progressista convocou uma Coletiva de Imprensa para anunciar que os cinco vereadores irão votar contrários ao Projeto.

O vereador Líder da bancada, Ubiratã Oliveira, explicou que na proposta inicial, o prefeito, vice, secretários e diretores da Gramadotur teriam direito ao benefício. Na sequência, o prefeito retirou tais cargos da proposta original. Os vereadores do MDB chegaram a apresentar uma emenda retirando o benefício do Vale Alimentação de todos os Cargos Comissionados (chamados de CCs), deixando que os servidores pudessem optar entre o vale e a cesta de alimentos distribuída atualmente. Ou ainda a possibilidade de continuar ou não utilizando o refeitório da Secretaria de Obras. Esta Emenda foi retirada por ser inconstitucional. O Projeto ainda está em tramitação nas comissões do Legislativo.

Ainda explicando sobre o tema, Ubiratã Oliveira afirmou que a bancada Progressista não é contrária aos servidores, “não somos contrários, não concordamos com este modelo apresentado, vai onerar muito os cofres públicos, disponibilizar R$ 5 milhões de reais vai gerar um impacto financeiro muito grande” disse o Líder da Bancada. Não está definida a data da sessão que o Projeto entra na pauta de votações, mas cinco votos contrários já foram abertos e definidos. Todos da bancada Progressista formada pelos vereadores Ubiratã Oliveira, Luia Barbacovi, Rosi Ecker Schmitt, Volnei da Saúde e Rafael Ronsoni.

Foto: Gerson Sorgetz