8
fev
2018

Ação rápida da Brigada Militar evita roubo a Joalheria no centro de Canela

Uma ação criminosa ousada no centro de Canela acabou com uma resposta rápida e eficiente da Brigada Militar. Nenhum ferido, seis criminosos presos e todo material recuperado. Ainda um revólver e um carro clonado apreendido.
Por volta das 09h20min desta quarta-feira, dia 07, a guarnição da Brigada Militar de Canela em patrulhamento na área central estranhou quando dois indivíduos saíram de uma relojoaria e baixaram a porta de ferro, na Av. Júlio de Castilhos quase esquina com a Rua João Pessoa. Nesse momento rapidamente um veículo GM Onix, cor preta, placas de Lajeado, com dois indivíduos no seu interior, aproximou-se e encostou bem na frente do estabelecimento. O alerta foi dado pela rede e o Pelotão de Operações Especiais (POE), que estava na cidade, aproximou e as guarnições abordaram a quadrilha. As vítimas relataram que os dois criminosos chegaram no momento que eles abriram a joalheria, renderam a proprietária, uma senhora idosa, colocaram a arma na cabeça dela e a ameaçaram. Recolheram todos os produtos em uma mala de rodinhas e outra de mão. Antes de sair amararam a senhora e seu neto que também trabalha no local.
Foram presos D.R.F., 22 anos, com antecedentes por receptação, morador de Canela; e, R.N.O., 28 anos, antecedentes por roubo a banco, roubo de veículo e porte ilegal de arma de fogo; B.A.A.R., 24 anos; e E.A.S.S., 28 anos, estes três últimos moradores da região metropolitana.
O veículo era clonado, tendo sido roubado em Porto Alegre na data de 05 de fevereiro deste ano. O único indivíduo da quadrilha, morador da cidade, é filho de um apenado do presídio de Nova Prata (preso por um roubo a uma residência em setembro de 2017, também em Canela). Conforme repassado pela quadrilha, toda a ação foi planejada de dentro da cadeia, por este apenado que inclusive arrumou as “parcerias” para vir cometer o roubo.
Na sequência eles também confessaram que um veículo estaria esperando eles na saída para a localidade de Chapadão, interior do município, local que seria realizada a troca dos carros para a quadrilha fugir.
As guarnições realizaram buscas na direção indicada e abordaram o veículo Fiat Uno, placas de Belo Horizonte, veículo alugado. No carro estava G.K.P., 27 anos, com antecedentes por roubo ao comércio e receptação, sendo apenado do regime semiaberto e iria colocar a tornozeleira eletrônica na quinta feira (08), mas não poderia se afastar de sua comarca. Com ele estava P.O.I.A., 40 anos, com antecedentes por estelionato, sendo ambos de Porto Alegre. Ação rápida e eficiente da Brigada Militar.